Logo

Artigos - Visualizando artigo

Faça sua Declaração de IRPF 2019 com a Zanon Assessoria Contábil

 

Algumas informações sobre a Declaração Imposto de Renda 2019:

 
Prazo de Entrega
07 de Março a 30 de Abril de 2019.
 
 
Como funciona a Restituição do IR
O primeiro lote de restituição do Imposto de Renda de 2019 será pago em 15 de junho. Segundo a Receita Federal, as restituições serão priorizadas pela ordem de entrega das declarações e terão prioridade no recebimento os contribuintes com idade igual ou superior a sessenta anos, os portadores de deficiência, física ou mental e as pessoas portadoras de moléstia grave.
 
Assim, os pagamentos serão feitos em sete lotes, sendo o primeiro em junho de 2019 e o último em dezembro de 2019 conforme calendário divulgado no Diário Oficial da União.
 
Portanto, quanto mais cedo o contribuinte enviar sua Declaração, mais cedo ele receberá sua restituição.
 
 
Quem está obrigado a Declarar?
Está obrigado a entrega todos aqueles que atingiram no ano de 2018 pelo menos um dos critérios abaixo:
Recebeu rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma no ano foi superior a R$ 28.559,70;
Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00;
Recebeu rendimento referente atividade rural  em valor superior a R$ 142.798,50;
- Obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
- Teve, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00 (trezentos mil reais);
- Optou pela isenção do Imposto sobre a Renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no País, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias contado da celebração do contrato de venda, nos termos do art. 39 da Lei nº 11.196, de 21 de novembro de 2005.
- Passou à condição de residente no Brasil e encontrava-se nessa condição em 31/12/2018;
 
 
Não atingiu em nenhum dos casos a obrigatoriedade mas tem imposto retido. Precisa Declarar?
Não é obrigado, mas caso queira reaver o Imposto retido é obrigatório o preenchimento e envio da Declaração.
 
 
Não estou obrigado a Declarar, posso fazer a Declaração?
Sim. Apesar de não haver obrigatoriedade, a Declaração também pode servir como comprovante de Renda e pode ser transmitido sem imposto a pagar.
 
 
Mudanças para a Declaração 2019
- A mudança principal é com relação a Dependentes e Alimentandos. Agora todo e qualquer dependente declarado precisa ter seu CPF informado, independente da idade. Então caso um dos dependentes não tenha CPF, é necessário providenciar o quanto antes.
- A Receita Federal também está incorporando mudanças e exigindo mais dados de alguns bens declarados, como RENAVAM e Inscrição do Imóvel na Prefeitura. Ainda não são obrigatorios, mas serão futuramente.
 
 
Documentação obrigatória
- Informes de Rendimentos das empresas a qual trabalhou durante o ano de 2018;
- Declaração de Imposto de Renda ano anterior (se foi feito na Zanon não é necessário envio);
- Informações básicas (CPF, data de Nascimento, Título de Eleitor, endereço);
- Dados Dependentes (Nome, data de nascimento, grau parentesco e cpf);
- Dados de bens adquiridos ou vendidos em 2018 (se houver);
- Informes de Instituições Bancárias e/ou financiamentos (se houver);
- Informações de Pagamentos com Assistência Médica e/ou Instituições de Ensino do titular ou dependentes em 2018 (se houver);
Obs: Outros documentos podem ser solicitados
 
 
Caso eu não transmita no prazo, o que pode acontecer?
Além da multa mínima de R$ 165,74 o CPF do Contribuinte pode ficar suspenso temporariamente até a eventual regularização.
 
 
Qual o Custo do serviço na Zanon Assessoria Contabil?
Ligue agora mesmo para o telefone (11) 4941-5514 ou entre em contato pelo email contato@zanoncontabil.com.br e solicite as informações.
 
Aceitamos Cartões de Débito e Crédito.
 
 
Autor: Danilo Zanon

 

 


Voltar


Compartilhar

Todos os direitos reservados ao(s) autor(es) do artigo.

topo site